10 meses: frio na barriga!

A pessoa diz que vai sumir por 10 dias e só dá as caras 1 mês depois… Shame on me! Vou considerar que vocês me desculparam, já que comecei esse 2013 muito otimista, e falar de algo muito importante e assustador: contagem regressiva!

Parece que foi ontem que marcamos a data, e as pessoas diziam: “calma, falta muito tempo!”. Concluí que, de uma maneira geral, seu casamento só ganha credibilidade (rs) com 1 ano de antecedência. 1 ano antes, as pessoas já não te acham maluca, por falar do assunto. O problema, minha gente, é que aí o tempo começa a voar! Outro dia mesmo fiz aqui o post de 1 ano, já se passaram 2 meses e sabem quais avanços eu fiz nesse tempo? Nenhum!!! Nem nosso topo de bolo, que eu comprei em setembro, fez o favor de chegar, até hoje!

A principal preocupação no momento é o buffet, pois ainda não fechamos. Iremos a Niterói no começo de fevereiro, pra resolver isso. Que medo que eu tô de não gostar de nenhum que esteja disponível! :/ Se não fosse tão complexo, por causa dos fornecedores já contratados, eu já teria mudado a data faz tempo…

Post super de desabafo, de quem está vendo o tempo correr, rs! Claro que no final tudo dá certo, mas ficar nervosa faz parte, né? Já voltei pra acupuntura, pra ver se me ajuda a ficar zen.. E tb estou correndo loucamente na esteira… Qualquer coisa que minimize minha ansiedade, meu estresse, e me ajude a não surtar quando experimentar vestidos (outro item, aliás, que agora está me preocupando!).

Estou com várias ideias de posts legais, então volto em breve! ;) Beijos!

Anúncios

A Data

20121004-101943.jpg

Eu sempre quis casar em setembro.

– Mas, Paula, por que setembro? (O Mauricio tb perguntou isso, logo que começamos a falar de datas)

– Porque em setembro a temperatura é mais amena, e eu morro de medo de fazer os convidados derreterem em suas roupas de festa. Porque não chove muito. Porque já é primavera (eu queria nos dois últimos fins-de-semana, justamente por isso). E porque os dias costumam ser muito bonitos!

Eu até falei isso tudo pra ele… Mas, no final, arrematei: frescura de noiva, amor! Quero casar em setembro, na primavera, esse é meu capricho. Noiva pode ter capricho, né? rsrs Ele respondeu que pode! Não posso reclamar do meu noivo nesse aspecto… Ele “compra” todos os meus sonhos (provavelmente, não conseguiremos realizar todos, mas ele sempre tenta!).

O problema é que eu não sou exatamente uma exceção. Aparentemente, setembro é o novo maio, então tínhamos que correr, pra tentar conseguir uma das datas que eu queria. Por isso, fomos à igreja escolhida (falo sobre ela em outro post), no dia seguinte ao noivado!

E consegui algo em setembro? Claro que não! rs A igreja até tinha alguns dias disponíveis, mas eles não casavam com a disponibilidade da casa de festas. Isso é muito importante, gente! Quando for marcar o casório, certifique-se de que a igreja e a casa tem a mesma disponibilidade. Nós optamos por ir à igreja e, de lá, ligar para a casa de festas e ir comparando as datas. Fizemos isso porque a nossa igreja escolhida é muito procurada, nós não abríamos mão dela, e eles não dão informações de data por telefone. Mas, se a sua prioridade for a casa ou o salão, talvez seja melhor fazer o contrário.

Muitos calendários depois, pensando em horário ideal, temperatura, horário de verão, feriados…. Chegamos a nossa data: 09/11/13. Ficou até bonito, né?! =)