Bem Casados

Meninas, depois de 1 semana de maratona de degustações (e alguns kgs a mais rsrs), venho com minhas impressões, que espero que ajudem vocês!

De acordo com as minhas pesquisas, decidi que queria provar os seguintes bem casados:

Casal Garcia

Coisas de Alice

Conceição Bem Casados

Elvira Bona

Ilze Cunha

Louzieh

Marta Proto

Rafaela Panisset

Spaço Delícia

Vânia Estebanez

Não consegui provar:  Coisas de Alice, pois ela precisou desmarcar. Conceição Bem Casados: fica aqui em SP, então ainda vamos tentar marcar de ir retirar, pois achamos que não compensava o valor do Sedex. Ilze Cunha, pois ela tem um esquema bem específico de entrega das degustações, e não casou com nossa estadia no Rio.  Marta Proto, pois ela está no exterior, de férias, e só retorna após o Carnaval. Desses que ainda não provei, tenho as seguintes recomendações: dizem que Conceição Bem Casados fazem os melhores bem casados do mundo. Ilze Cunha faz bem casados cortados (o bolinho não é assado já redondinho – ele é assado e cortado redondo depois. Isso afeta a estética do doce). Acontece que eu e mais 2 amigas fomos a casamentos diferentes e amamos os bem casados e, quando fomos procurar saber, eram os da Ilze. Com base nisso, acho que são sensacionais. Além disso, eles são muito bem recomendados por quase todas as meninas do grupo de noivas do Yahoo. E eles são os mais em conta, entre os melhores (R$2,00). Infelizmente, acredito que não vou conseguir provar os bem casados dela a tempo, e não lembro bem como são, a ponto de fechar “no escuro”. Marta Proto: Apesar de ela morar no RJ, o bem casado é o “típico de Pelotas”. Destacam-se os recheios de doce de leite uruguaio e ovos moles de Aveiro. Ela foi uma fofa comigo por e-mail, estamos vendo de ela me mandar por sedex a degustação. Não tenho relatos sobre os bem-casados do Coisas de Alice. Na verdade, eles são famosos pelos brigadeiros gourmet.

Agora vamos ao que interessa: o que eu provei!  Coloquei na ordem inversa da minha preferência. Nesse “ranking”, apesar de comentar sobre o atendimento, considerei apenas o bem-casado propriamente dito.

6) Vânia Estebanez (R$2,00)

Na verdade, o que nos interessava mais da Vânia eram os docinhos e o bolo, dos quais falarei depois. Porém, como na caixinha também veio um bem casado, experimentamos. E foi o único bem casado que não comemos inteiro. Não que seja ruim,  mas não é bem casado. É massa de bolo, recheio de bolo, cobertura de bolo. É um mini-bolo. Pra um bolo, seria ótimo (assim como é o bolo dela – meu preferido até agora). Não posso falar muito do atendimento, pois só fui buscar a caixinha. O senhor que me atendeu foi muito simpático, mas o processo foi bem rápido.

Sabor: Bolo (pesadão e muito doce)

Aparência: Grosseira, bolo cortado e excesso de recheio

Atendimento: Bom

5) Casal Garcia (R$2,40 – caso feche o bolo com eles, o valor cai pra R$2,20)

Proposta muito parecida com a da Vânia. É um mini-bolo. Um pouco menos pesado que o anterior, mas muito doce. Não curtimos também.  Atendimento excelente. Fomos atendidos pelo Marcelo, filho do Casal. Ele foi muito simpático e atencioso.

Sabor: Bolo (um pouco pesado e  muito doce)

Aparência: um pouco grosseira, bolo cortado

Atendimento: Excelente

4) Louzieh (R$2,40)

O atendimento da Louzieh é incomparável. Tive essa impressão desde o atendimento por e-mail. Fomos atendidos pela Fernanda, que foi uma fofa o tempo todo. Infelizmente, por causa do Carnaval, eles só tinham bem-casados de nozes. Minha irma amou, pediu que contratássemos esses, e realmente é muito gostoso, mas… não é bem-casado, na minha opinião. A massa parece um biscoito cookie, só que um pouco mais macio. Não sei se todos são assim, e acho que não, pois a massa desse bem-casado também levava nozes. Acho que nosso julgamento ficou prejudicado por conta de não termos provado outros sabores :/

Sabor: Biscoito (embora muito gostoso)

Aparência: Também de biscoito, mas delicado. Assado redondo.

Atendimento: Excelente.

3) Spaço Delícia (R$2,20)

Os bem-casados são bons. Eu até diria que empatam com os da Louzieh, mas  como os do Spaço Delícia são do tipo tradicionais, acabaram passando na frente no meu gosto. O problema desse lugar foi o atendimento. Dizem que a Bruna, dona do negócio, é uma fofa. Dei o azar de não ter sido atendida por ela, mas por outra pessoa que depõe totalmente contra o negócio. Nem vou entrar muito em detalhes porque fiquei bem brava, e, por mim, eu tinha ido embora nos primeiros 3 minutos, então, assim.. Sem chance.

Sabor: Bom

Aparência: Boa. Assado redondo.

Atendimento: Ruim.

2) Rafaela Panisset (R$2,20)

Vou começar pela parte ruim: não gostei muito do atendimento do ateliê da Rafaela. Marquei de buscar a degustação, depois disseram que não tinha nada marcado, aí depois aceitaram a marcação, mas no dia marcado me ligaram duas vezes pra perguntar se eu já estava chegando, sendo que ainda faltava muito tempo pro horário combinado. Isso à parte, achei os bem-casados ótimos! Foi o menos doce que provei. A cobertura de açúcar a gente não vê. A impressão que tive é que eles já foram assados com a cobertura de açúcar, que é bem fininha e comedida, e isso fez ficar muito bom. Fiquei na dúvida porque ela enviou 3 sabores , e bonzão mesmo só estava 1, que era o de doce de leite. Como estamos mesmo querendo fechar doce de leite e + 1 sabor, estou bem inclinada a esses, mas precisaria fazer outra prova pra bater o martelo.

Sabor: Excelente (uma das amostras)

Aparência: Ótima. Assado redondo. Embalagem mais ou menos.

Atendimento: Médio

1) Elvira Bona (R$2,70 – exceto nozes e brigadeiro: R$3,10)

Quando provei esses, pensei imediatamente: “Realmente, sãos os melhores que já provei!!!” Massa levinha, recheio generoso e não muito doce, embalagem linda! Eu realmente amei esses bem casados. O único problema deles, na minha opinião, é que a cobertura de açúcar é exagerada. Podia ser mais fina, e assim ficaria menos doce e grudaria menos no celofane. Destaque para o bem casado de chocolate, cuja massa é chocolate também: uma delícia, e um pouco menos doce. Além dos bem-casados, eles mandam um doce quadrado, que parece um super Bis e que é a MELHOR COISA DO MUNDO!! rsrs O atendimento deles é meio enrolado, bem como a sala – que fica num prédio esquisisto… Mas deu tudo certo, então acho que é isso o que importa…

Sabor: Excelente! A cobertura de açúcar podia ser mais fina.

Aparência: Ótima. Assado redondo. Embalagem linda.

Atendimento: Bom

Sei que fiquei devendo fotos.. Esqueci mesmo de tirar! De qualquer forma, espero que essa longa análise ajude vocês. Os valores que citei são referentes a fevereiro/2013.

Se vocês já provaram (esses e outros), deixem suas impressões aí nos comentários! ;)

Beijos!

Ditadura da Noiva

Há pouco tempo, em uma madrugada de insônia, descobri um programa no canal E! que se chama “BridalPlasty“.

O lance do programa é o seguinte: É uma espécie de reality show, em que as 12 participantes são noivas. Elas entram na casa com uma listinha de cirurgias plásticas que desejam fazer. Semanalmente, elas competem, e a vencedora da semana tem direito a escolher uma plástica, saindo da casa direto pra sala de cirurgia. As duas últimas colocadas dessa mesma prova vão pro “paredão”, e são as próprias participantes que decidem qual das duas ficará. A vencedora do programa ganha um “casamento perfeito”, uma festa com direito a tudo o que desejar. Ou seja, o objetivo do programa é ser “a noiva perfeita” e ter o “casamento perfeito” (eles repetem muito isso). Pra cada noiva eliminada, a apresentadora diz: “Fulana, você sairá da casa. Você terá o seu casamento, mas ele poderá não ser perfeito”.

Acho normal, e até saudável, querer ficar mais bonita pro casamento. Quem não quer ouvir “Você é a noiva mais linda que eu já vi”, né?!  Tudo bem você querer perder 4 ou 5kg, fazer clareamento dentário ou turbinar a malhação pra sair bem na foto… Mas ter uma listinha de plásticas que você deseja fazer antes do casamento?

No primeiro episódio que eu vi (descobri que eles estão reprisando diariamente às 16h; fica a dica pra quem quiser ver), quase todas as meninas estavam com os narizes enfaixados. A que mais me chocou, porém, foi uma gordinha com os braços inteiros enfaixados, e uma faixa no rosto, segurando o queixo. A cena daquela menina toda enfaixada correndo atrás de cumprir uma prova… Assustador! Além disso, fico pensando se era realmente necessário. Ela deve ter feito lipo nos braços e tirado a “papada”, mas assim… Ela ainda era bem gordinha! Por que não emagrecer, antes de fazer esses procedimentos? Até mesmo pra saber se eles ainda serão necessários? Não tenho absolutamente nada contra cirurgia, mas seria essa a última opção nesse caso?

O programa explora muito a imagem delas enfaixadas. Muitas vezes elas já não estavam mais com os curativos, mas os depoimentos delas eram com eles; ou seja, eles gravavam bastantes cenas com elas daquele jeito. Um show de horrores.

É um programa de televisão, então, provavelmente, a coisa toma uma proporção maior… Mas fico pensando no quanto isso é, de fato, aplicável no dia a dia; o quanto nos cobramos ser noivas perfeitas. Não sei nem se vejo sentido em seu noivo ter te pedido em casamento você sendo de um jeito e, no dia do casamento, você aparecer lá completamente diferente. 20kg mais magra, nariz arrebitado, novo formato de dentes… Será que é por aí?

A própria maquiagem, muitas vezes, já deixa a pessoa muito diferente. Vejo noivas que não se parecem muito com quem são no dia a dia.. rs Mas isso faz parte, eu acho. Também vou querer que a minha maquiadora me deixe hiper mega ultra blaster linda. Só não quero precisar ser um Frankenstein antes disso…

Pelo menos ela ganhou o programa!

10 meses: frio na barriga!

A pessoa diz que vai sumir por 10 dias e só dá as caras 1 mês depois… Shame on me! Vou considerar que vocês me desculparam, já que comecei esse 2013 muito otimista, e falar de algo muito importante e assustador: contagem regressiva!

Parece que foi ontem que marcamos a data, e as pessoas diziam: “calma, falta muito tempo!”. Concluí que, de uma maneira geral, seu casamento só ganha credibilidade (rs) com 1 ano de antecedência. 1 ano antes, as pessoas já não te acham maluca, por falar do assunto. O problema, minha gente, é que aí o tempo começa a voar! Outro dia mesmo fiz aqui o post de 1 ano, já se passaram 2 meses e sabem quais avanços eu fiz nesse tempo? Nenhum!!! Nem nosso topo de bolo, que eu comprei em setembro, fez o favor de chegar, até hoje!

A principal preocupação no momento é o buffet, pois ainda não fechamos. Iremos a Niterói no começo de fevereiro, pra resolver isso. Que medo que eu tô de não gostar de nenhum que esteja disponível! :/ Se não fosse tão complexo, por causa dos fornecedores já contratados, eu já teria mudado a data faz tempo…

Post super de desabafo, de quem está vendo o tempo correr, rs! Claro que no final tudo dá certo, mas ficar nervosa faz parte, né? Já voltei pra acupuntura, pra ver se me ajuda a ficar zen.. E tb estou correndo loucamente na esteira… Qualquer coisa que minimize minha ansiedade, meu estresse, e me ajude a não surtar quando experimentar vestidos (outro item, aliás, que agora está me preocupando!).

Estou com várias ideias de posts legais, então volto em breve! ;) Beijos!

Fotografia!!

Esse é o item pelo qual tenho mais amor! Foi, ao mesmo tempo, o mais fácil e o mais difícil… Explico!

Amo fotos (quem não?), e considerava esse um dos itens mais importantes do casamento. Além disso, já vinha namorando blogs de fotógrafos há um tempão, então já sabia direitinho o que eu queria, e o que não me agradava. Acho que olhei até demais e – gente! – como tem fotógrafo bom nesse Rio de Janeiro! Essa foi a parte difícil!

Minha primeira fotógrafa preferida, que nem sei como cheguei até ela, era meio cara, mas eu estava disposta a pagar, dada a minha paixão. Porém, achei que o atendimento deixou muito a desejar. Comecei a achar que a tal está se achando muito estrela. E assim… se a pessoa trata o cliente como se não fizesse a menor questão de tê-lo, já era, né?! Nem marquei reunião. A essa altura, eu já tinha tantos outros fotógrafos bons na minha wishlist, que nem fez diferença.

Minha segunda descoberta sensacional foi a Flávia Soares. Pedi indicação de fotógrafo no facebook, a amiga de uma amiga a recomendou, fui ver as fotos, achei maravilhosas, e pronto, virou minha queridinha. Em seguida, vieram muitos outros muito legais. Sério, a aba mais cheia da minha planilha de casamento é a de fotógrafos! Pedi orçamento pra nada menos que 12 profissionais. Apesar de toda essa antecedência, infelizmente, alguns deles já não tinham a nossa data, então nem fomos conhecer. Eu também não queria sair marcando reunião com milhares de pessoas porque, no fim, acho que atrapalha mais do que ajuda. Sendo assim, selecionei os 3 melhores, na minha opinião, e marquei com a Flávia-xará-de-sobrenome, com a Carol Bustorff e com o Sergio Ronaldo.

Vamos às impressões, por ordem de visita:

1) Sergio Ronaldo – Acho que o site do Sergio não favorece as fotos dele. Ele coloca todas as fotos que tira, e daí acaba que fica parecendo que o trabalho dele não é tão bom quanto os outros. Mesmo assim, marquei com ele, pois foi muito bem indicado por amigas noivas. E tudo o que disseram é verdade. Ele é um gentleman, educadíssimo, atenciosíssimo, um amor de pessoa. Você vê que ele gosta do que faz, sabe?! Tenho certeza que é desses de ser ótimo passar o dia (e isso é muito importante!). Atendeu a gente com a maior calma, explicou tudo tintim por tintim, mostrou vários álbuns, conversou.. Um doce! Saímos do escritório dele quase 23h, e ele super solícito. Em relação às fotos, o nosso estilo combina mais com o da Flávia e da Carol, as próximas da listinha :)

2) Carol Bustorff – A Carol é uma fofa! É ela mesma quem responde os e-mails, sempre muito simpática, alto astral, muito legal mesmo! E as fotos dela são incríveis! Vale muito a pena dar uma olhada no trabalho dela. A única coisa que me incomoda é que o site dela tem música… Mas a Carol é dessas que viram amiga de infância em 2 minutos, sabe? E é bem disso que a gente precisa nesse dia, né não?! A reunião com ela foi uma delícia, conversamos bastante, mostrou vários trabalhos, álbuns prontos e tudo mais. Ela tem um álbum lá (carésimo, rs), com um papel diferente, mais brilhoso, que é uma coisa de lindo!

3) Flávia Soares – Não é ela quem faz os primeiros contatos, e sim a Letícia, sua assistente. O atendimento foi sempre rápido, atencioso, simpático. Não tem como não gostar! E eu já sabia que adorava as fotos, né?! A Flávia foi a última fotógrafa que visitamos, já na volta do Rio pra SP, e não sabíamos exatamente como seria, pois não tínhamos tido nenhum contato direto com ela. No fundinho, eu tinha a sensação de que fecharíamos com ela, e foi até por isso que ela ficou pro final, mas nunca sabemos, até conhecer! Ela nos recebeu muito bem, mostrou vídeo, álbuns, tirou nossas dúvidas… Quando propusemos um material que ela não tinha, ela disse ser possível fazer. E flexibilidade é tudo, né gente?! Além do mais, ela tem um preço justo. Não é barato, mas também não é caro. É justo, pela qualidade do trabalho que ela oferece. E isso, pra mim, é muito importante. Além do óbvio – que é caber no bolso – eu, muitas vezes, tenho me sentido lesada, quando escuto sobre os preços dos serviços. E eu não acho que essa é a melhor forma de começar uma parceria. Sendo assim, independentemente de ter o dinheiro disponível, levo muito em conta o real valor do trabalho pelo qual estou pagando. Enfim… Fechamos com a Flávia, e tenho certeza de que foi uma escolha acertadíssima! Digo isso porque todo o contato com ela, antes, durante e depois de fecharmos o contrato, foi muito bom. Ela é muito atenciosa e simpática. Já contei lá no face que ela mandou nosso contrato pelo correio, com uma cartinha tão fofa, que deu até pena de abrir! Fechamos também um ensaio fotográfico, e acho que estou mais ansiosa por ele do que pelas fotos do casamento… rsrs

É isso! Mais um fornecedor conhecido!

Espero que tenha sido útil esse relato! Além desses que visitei, recomendo MUITO que vocês vejam esses outros: Jann La Pointe, Andréa Paes, Carolina Pires e Dueto. Boa sorte nas buscas! =)

1 ano!!!

Gente, dá um frio na barriga!!

Começo hoje a contagem regressiva, e é impressionante como lembro de, 3 meses atrás, as pessoas falarem que ainda faltava muito tempo, e agora parecer que não vai dar tempo de tudo!

Duas coisas tem me tirado o sono: buffet e decoração.

Buffet porque todo mundo disse que eu não precisava me preocupar com isso, pois todos os buffets ficam disponíveis até bem perto da festa e pimba! Já recebi vários ‘não tenho mais essa data’, e tenho achado o atendimento dos buffets muito precários.

E por que a decoração? Porque eu não consigo imaginar a festa pronta, na minha cabeça! Tenho mil inspirações, muitas coisas de que gosto, mas não consigo visualizar exatamente aquilo que acho que eu amarei e terá a nossa cara, sabe?! Complexo…

Outra coisa na qual tenho pensado bastante é o vestido. Não queria pensar nisso antes, coloquei um prazo longe pra escolher (fevereiro), mas agora já estou sentindo que fevereiro está na porta, e eu não to preparada ainda pra tomar essa decisão! rs

Não consigo me estressar de verdade com nada disso, sabem por quê? Penso o seguinte: só tem problemas com festa quem tem uma festa. Ou seja, poder organizar um casamento, com tudo o que eu sempre sonhei e com um noivo maravilhoso e tão participativo já é tudo de bom… As intercorrências fazem parte! Mas que às vezes dá uma preguicinha, isso dá! rs

E como eu estava preocupada com o pôr-do-sol na hora do casório, e o digníssimo noivo diz que nós moramos mais a oeste do que Niterói (!) e, portanto, aqui o sol se põe mais tarde, pedi à dinda Pri que tirasse foto do céu, exatamente às 19h. Agora falta tirar uma às 19h30, mas fiquei com essa, que já me deixou muito feliz, por ver que ainda é dia! :)

Inspiração: daminhas e pajens

Nooossa, mas eu sumi, hein?! Bom, tô de volta, meninas! Resolvi voltar com o post mais fofo de todos os posts possíveis sobre casamento: crianças!

Eu queria ter um montão de daminhas e pajens porque amo crianças e acho que elas dão um charme muito especial ao casório (Já pedi pra nossa fotógrafa aquelas fotos super espontâneas e fofas das crianças entediadas durante a cerimônia, sabem?! AMO!). Mas o caso é que não tenho muitas amigas ou pessoas próximas que tem filhos pequenos. Então, pelo menos por ora, não terei tantas crianças assim. Também não dá pra sair chamando qualquer criança, né?! Tem que ter alguma ligação com a gente! =)

Minha primeira daminha foi convidada antes de marcar a data do casório. Eu não tinha dúvidas de que a queria como dama, mas não sabia se ela ia querer. Ela é a coisa mais linda do mundo, mas não faz o tipo super extrovertida. Tenho um ligeiro medinho de que ela empaque e não entre, mas ela aceitou o convite tão decidida, que acho que vale arriscar! A segunda daminha é o oposto! Ainda não falei com ela, conversei apenas com a mãe, mas já fiquei sabendo que ela amoooou o convite. Eu não tinha dúvidas de que ela adoraria porque não conheço nenhuma garotinha mais perua que ela! rs! Cheia de poses, cheia de charme, aposto que vai arrasar e não tenho nenhum medo de que ela não entre. As duas terão 5 anos em novembro do ano que vem.

Quero convidar também a minha irmã mais nova, mas ela já é maiorzinha, vai fazer 13. Meu afilhado tem a mesma idade, e já aceitou o convite pra ser nosso pajem, o que até me surpreendeu (essa idade é difícil…). Ele é bem mignon, pequeno e magrinho, então acho que engana bem, rs. Já a minha irmã deve ter o dobro do tamanho dele! Quero só ver no que vai dar isso… rs Além disso, tem a minha afilhada, e a irmã dela (que me chama mais de dinda do que ela!). As duas são minhas primas e também são pré-adolescentes.

Bom, chega de bla bla blá, vou mostrar pra vocês as fotos que estão me inspirando para os modelitos da criançada!

Este slideshow necessita de JavaScript.

O que é esse casalzinho?! Coisa mais cute everrrr!!!!!